Feugiat nulla facilisis at vero eros et curt accumsan et iusto odio dignissim qui blandit praesent luptatum zzril.
+ (123) 1800-453-1546

Related Posts

Title Image

Infertilidade sem Causa Aparente (ISCA)

Home  /  Saúde da Mulher  /  Infertilidade sem Causa Aparente (ISCA)

A ansiedade gerada pela falta de filhos e as consequentes cobranças de familiares, amigos e, principalmente, de um parceiro para o outro são responsáveis por problemas sérios na vida de um casal. Nos EUA, cerca de 25% dos casamentos são desfeitos por conflitos gerados pela ausência de gravidez. Cerca de 15 % da população brasileira em idade fértil é afetada pela infertilidade conjugal, caracterizada pela ausência de gravidez em um casal com vida sexual ativa e que não usa medidas anticonceptivas por um período de dois ou mais anos. Do total, cerca de 40% dos casos de infertilidade de um casal são atribuídos à mulher, 40 % aos homens e em 20% dos casos o problema está presente em ambos os parceiros. É nesses 20% que, geralmente, reside a chamada infertilidade de causa inexplicada, que requer uma investigação maior do casal infértil por parte do especialista.

Grande parte desses casos de infertilidade por causas inexplicadas acaba se enquadrando nos seguintes fatores:  endometriose incipiente (que ainda não foi diagnosticada, mas já começa a causar distúrbios na fertilidade); uso de anti-inflamatórios pela mulher (essas drogas podem bloquear a ovulação ou até mesmo impedir a implantação do embrião já formado no útero); e até mesmo desconhecimento do período fértil. No homem, a fragmentação do DNA do espermatozoide é um dos fatores que pode levar à infertilidade (o homem deve ter um percentual menor que 20% de espermatozoides com DNA fragmentado. Uma quantidade maior implica em reduzidas chances de gravidez.).

A infertilidade do homem devido a elevado percentual de fragmentação do DNA dos espermatozoides é uma descoberta recente no campo da Reprodução Humana. Esse defeito no DNA dos espermatozoides pode ser causado pelo fumo, diabetes, consumo de drogas e até mesmo o uso de medicamentos para calvície. Nesse caso, o especialista em Reprodução Humana irá avaliar em conjunto com o casal, modificações no estilo de vida como melhoria da qualidade alimentar, início de atividade física, cessação do tabagismo ou etilismo e assim, objetivar uma redução na taxa de fragmentação de DNA espermático.

Causas de Infertilidade

É importante saber que uma mulher com menos de 35 anos pode esperar até um ano para que aconteça a gravidez se na avaliação pré-nupcial não foi detectado nenhum problema para engravidar. Caso a mulher tenha mais de 35 anos não deve aguardar mais que seis meses para iniciar uma investigação com o especialista. Após os 40 anos se a mulher deseja engravidar deve, de imediato, iniciar a investigação da sua capacidade fértil.

Várias são as causas mais comuns que podem levar à infertilidade, dentre elas as infecções sexualmente transmissíveis (IST’s), os distúrbios hormonais, obstrução nas trompas, problemas de malformação ou tumores no útero, endometriose e ovários policísticos. A varicocele é um dos principais fatores de infertilidade masculina. Outros fatores também podem influenciar na saúde reprodutiva como o “stress”, tabagismo, obesidade, poluição, consumo de álcool e de drogas, uso de alguns medicamentos e a própria ansiedade.

Grande parte da população desconhece que a infertilidade também pode ser prevenida com simples mudança de hábitos de vida. O consumo de álcool e drogas, o stress, o cigarro, a obesidade e até a magreza em excesso podem provocar alterações nos óvulos e espermatozoides, comprometendo a capacidade reprodutiva do casal.

Abrir chat
Preciso de ajuda?
Olá,
Posso te ajudar?